Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \28\UTC 2008

CERIMÔNIA DE ABERTURA OFICIAL DA

I BIENAL INTERNACIONAL DE POESIA DE BRASILIA

Museu Nacional e Biblioteca Nacional
do Conjunto Cultural da República
Esplanada dos Ministérios
ENTRADA LIVRE

Às 8.30 hs. Abertura do Simpósio de Crítica de Poesia – Anf. 9 – UnB
A partir das 17 horas: Mini Feira de Livros de Poesia
A partir das 19 horas: A partir das 19 horas- Cerimônia de abertura
Às 9.30 hs. Grupo VIVAOVERSO interpreta poemas de Affonso Romano de Sant´Anna
Ás 22 hs. Concerto Poético-Musical CANTO LATINO-AMERICA com Elga Pérez-Laborde e banda
A partir das 23 horas continua a festa com o Festival CENA CONTEMPORÂNEA!!!!

Read Full Post »

A I Bienal Internacional de Poesia de Brasília (I BIP) –, que tem início no próximo dia 3 de setembro –, e o Festival Internacional de Teatro Cena Contemporânea –, que já deu início à sua ampla gama de espetáculos teatrais pela cidade toda –, com o intuito de enriquecer mutuamente suas respectivas programações estabeleceram parceria para a criação de uma agenda comum de apresentações não apenas de shows e recitais, mas também de espetáculos de teatro.

Entre as várias peças que o Cena oferece ao público este ano, três têm a poesia na base do texto dramatúrgico e, portanto, unem os dois grandes eventos: El año de Ricardo; Sobre Anjos e Grilos; e Abraham Cesar, Considerando en Frio.

El año de Ricardo, uma produção da companhia espanhola Atra Bílis Teatro, estará em cartaz na Sala Martins Penna, nos dias 5 e 6 de setembro (às 21 horas), e dia 7 de setembro (às 20 horas). Com concepção, direção, cenário e figurino da talentosa Angélica Liddell, que também atua, ao lado de Gumersindo Puche, a obra compreende narrativa, poesia e performance e tem por tema a decadência política e familiar.

Sobre Anjos e Grilos – o universo de Mário Quintana estará nos dias 5 e 6 de setembro, às 19h30, no Espaço Brasil Telecom (Brasília Alvorada Hotel, ao lado do Palácio da Alvorada). O espetáculo da gaúcha Companhia de Solos & Bem Acompanhados tem concepção, roteiro e interpretação de Deborah Finocchiaro e direção de Finocchiaro e Jessé Oliveira. O espetáculo mistura poesia, artes plásticas e a música, para canto e interpretação de textos e poemas de Quintana.

Abraham Cesar, Considerando en Frio, do Grupo Cuatrotablas (Peru), será apresentado no Teatro Goldoni, nos dias 6 e 7 de setembro, sempre às 19 horas. A peça é um monólogo baseado na bela poesia do peruano Cesar Vallejo, com Fernando Fernández e direção Mario Delgado, e conta com o apoio da Embaixada do Peru.

Programação BIP-Cena em www.bienaldepoesia.unb.br/cena.html
Programa completo Cena em http://www.cenacontemporanea.com.br/

Read Full Post »

O Espaço Cultural Mosaico, que promove diversas atividades ligadas à literatura, brinda a grande festa da BIP, antecipando sua vasta programação com uma edição especial do projeto Poesia e Vinho, na noite de 2 de setembro, terça-feira, dedicada a poetas diplomatas e estrangeiros residentes em Brasília.

São convidados de Daniela Gonçalves e Rangéria Amorim: Wilfredo Machado (Venezuela); Eduardo Mora-Anda (Equador); Carlos Ortega Guerrero e María Romeu (México); Javier Iglesias (Cuba) e Alfonso Hernández (Espanha).

No encontro, os poetas convidados vão conversar com o público sobre seu trabalho poético e fazer leituras de seus poemas, tendo como mestre de cerimônias o ator brasiliense Adeilton Lima. E enquanto assiste à apresentação, a platéia degusta um delicioso vinho!

POESIA E VINHO – Dia 2 de setembro, às 21h30, no Espaço Cultural Mosaico – 714/15 Norte, Bloco D, Loja 16. Telefone: 61- 3032 1330. Entrada Franca.

Read Full Post »

Na semana da BIP, o escritor maranhense JC Ramos Filho promete distribuir três mil camisinhas poéticas e com elas divulgar sua forma criativa de engajamento nas campanhas de prevenção da AIDs e DSTs. Desde 1997, Ramos Filho aplica pequenos textos poéticos em embalagens de preservativos Olla, contando para a sua campanha com o apoio do fabricante e dos municípios de São Luís (MA) e Itajaí (SC).

Os textos aplicados nas camisinhas por Ramos Filho estão reunidos no livro Fragmento Essencial, já na terceira edição pela Editora Litteris, e que também será lançado e exposto na Feira da BIP. O poeta lançou em 1988 seu primeiro livro, Água de Cacimba, com a proposta de aliar poesia e prevenção, educativamente.

Já no ano passado, a ação do escritor atingiu a África, ao participar do Fórum Social Mundial em Nairóbi, no Quênia, e visitar a Fundação Nelson Mandela em Johannesburg, na África do Sul, onde distribuiu mais de dez mil preservativos poéticos.

João da Cruz Ramos Filho nasceu em 1953, em Paço do Lumiar (MA). Morou em São Luís, Fortaleza e Brasília. Hoje vive em Itajaí, onde, além de se ocupar das camisinhas, trabalha com Direito.

Read Full Post »

A Câmara do Livro e a 27ª Feira do Livro de Brasília vão promover uma Mini-Feira do Livro de Poesia nos pilotis da Biblioteca Nacional de Brasília e, próximo, montar um café e um pequeno palco que estará disponível para récitas dos poetas que vão lançar e expor seus títulos ali. A inauguração desse espaço aconchegante, prometido à Bienal pelo presidente da Câmara e da Feira do Livro, Valter Silva, está marcada para o dia 3, quarta, às 15h30, e estão convidados para o evento todos os poetas interessados em colocar seus livros no espaço oferecido. A orientação é para que se dirijam ao local entre uma a meia hora antes, munidos de alguns exemplares, que serão recebidos e acomodados no stand para exposição.

O coordenador-geral da BIP, Antonio Miranda, recomenda aos poetas praticarem preços bem acessíveis aos seus títulos (R$ 10 ou R$ 5, sugere), uma vez que se trata de uma feira num encontro inteiramente dedicado à poesia. Alguns poetas escreveram para a Organização da Bienal, indicando os livros que irão lançar e expor (ver em http://www.bienaldepoesia.unb.br/livros.html). No entanto, não é necessária formalidade alguma para participar. Basta estar presente com os exemplares para ter espaço garantido na Feira, assegura Miranda.

Além de livros, a Mini-Feira estará aberta também a lançamentos de produtos criativos – como as camisinhas poéticas, que vêm de Santa Catarina pela mão do escritor maranhense JC Ramos Filho, para a BIP (leia abaixo), assim como os Ímãs com Rimas, que o poeta e jornalista Paulo José Cunha se apressa em aprontar, com um grupo de colegas, para expor e vender durante a semana da I BIP.

Read Full Post »

Sids Oliveira

Sids Oliveira

O Conjunto Cultural da República, na Esplanada dos Ministérios, vai se transformar no grande palco de shows musicais e recitais poéticos que vão movimentar as noites de Brasília entre os dias 3 e 6 de setembro, durante a I Bienal Internacional de Poesia de Brasília. A programação é uma generosa parceria do Cena Contemporânea (Festival Internacional de Teatro de Brasília) com a I Bienal Internacional de Poesia de Brasília, para a realização de espetáculos abertos ao grande público na Praça da Cultura (entre a Biblioteca e o Museu Nacional), com início sempre partir de 22h.

Apenas um show, o inaugural da I BIP, no dia 3, às 22h, não acontece no palco da Praça, mas bem próximo de onde estará montado: no Museu da República (auditório-térreo). O concerto poético-musical Canto Latino América trará a chilena Elga Pérez-Laborde, acompanhada pelo diretor teatral peruano Mário Delgado e a poeta brasiliense Aglaia Souza. Entre canção e declamação, serão interpretadas as vozes poéticas de Garcia Lorca, Pablo Neruda, José Marti, Violeta Parra, Chico Buarque, Fernando Pessoa e Cecília Meireles, dentre outros. Participam ainda Carlos Pascoal e Felipe Valoz (violões), Kátia Almeida (violoncelo e piano) e Jorge Macarrão (percussão).

De volta ao palco da Praça, às 23h30 da mesma noite, após o concerto Canto Latino América, o baterista Barata, também DJ, produtor cultural e um dos criadores do Projeto Criolina, assume a cena com novidades e raridades do som Brasil.

Periferia idolatrada salve, salve!— Na quinta, 4, o público vai poder curtir uma noite inteira dedicada ao hip-hop, com shows de rappers de Brasília e São Paulo. Dino Black traz da Candangolândia (DF) para a Esplanada dos Ministérios os raps do seu 1º álbum solo Mais fácil amar a rosa que seus espinhos; enquanto o Coletivo Aquilombando trabalha em sinergia com diversas manifestações da cultura negra, como o grafite, a capoeira e a poesia, além do hip-hop.

Performer, poeta, web designer, cantor, compositor, agitador cultural e cineasta, o paulista MaickNuclear é um convidado especialíssimo da I BIP e vai compartilhar com os rappers candangos a noite de ritmo, poesia e cultura de rua, que se encerra com a participação do também brasiliense DJ A, parceiro do poeta GOG e conhecido pelos scratchs e mixagens bem-elaboradas com hip-hop, soul e grooves variados.

Poemúsica – Na sexta, 5, as apresentações realizam a fusão poesia e música. Com o show Na Boca do Sol, os poetas cariocas Claufe Rodrigues e Mônica Montone mesclam poesia, música e teatro, com humor e lirismo, às 22 horas. Em seguida é a vez do candango Sids de Oliveira (FOTO) com o seu instigante trabalho poemusical O Grande Barco, interagindo ritmos da música popular com elementos eletrônicos, focado no campo polissêmico e sensorial da palavra poética. Encerra a noite o DJ Gabriel Gardenal (DF), com sua fusão dos ritmos do Leste Europeu, Oriente Médio e Noroeste Indiano (Punjab) com o rap e o reggaeton ocidentais.

No sábado, 6, a partir das 22h, a poesia-rock de Caco Pontes, com sua banda Don Caco e os Candangos Oníricos (SP), faz a Cena-BIP na Praça da Cultura, com a participação especial de Nicolas Behr. Poeta, ator, produtor, ex-morador de Brasília, Caco Pontes batalha na edição do livro de poemas O Incrível Acordo Entre o Silêncio & o Alterego para poder lançá-lo após o show, no Café Rayuela, também montado na Praça da Cena-BIP.

Shows Cena-BIP Elga Laborde, Barata, Dino Black, Aquilombando, MaickNuclear, DJ A, Claufe Rodrigues & Mônica Montone, Sids de Oliveira e Don Caco e os Oníricos Candangos. No Conjunto Cultural da República. De 3 a 6 de setembro, sempre a partir de 22h, com entrada franca.

Read Full Post »

 Um exército de mais de 120 poetas, nacionais, locais e estrangeiros, invadirá Brasília entre os dias 2 e 7 de setembro. Mas não há o que temer, pois as armas – versos, gestos, instrumentos musicais e dvds-vídeos – foram forjadas especialmente para conquistar a atenção do público da cidade, que poderá acompanhar no período o festival POEMAÇÃO, recitais de poesia e música e projeções de vídeos poéticos que vão ocupar 15 espaços culturais em Brasília e nas cidades satélites.

 

As apresentações vão ocorrer no Bistrô Bom Demais (CCBB), Café Balaio, Café Martinica, Rayuela Bistrô, Café Com Letras, Café Savana, Açougue Cultural T-Bone, Espaço Cultural Mosaico, Barca Brasília, Praça da Cultura do Conjunto Cultural da República, Auditório do Pátio Brasil Shopping (durante a Feira do Livro de Brasília), Biblioteca Demonstrativa de Brasília, SESC da 504 Sul e bibliotecas públicas das cidades de Ceilândia, Núcleo Bandeirante e Guará.          

 

Apresentações abertas – O POEMAÇÃO tem a intenção de aproximar os artistas do público brasiliense, com apresentações de até cinco minutos cada – intercalando um poeta, um músico e um vídeo poético. Em todos os locais onde é oferecida, a atividade é aberta a apresentações espontâneas de poetas interessados em participar, por meio de inscrições realizadas na hora.

 

Quem tiver poemas editados em vídeo-clipe e queira mostrar, deve levar uma cópia para projeção nos locais que oferecem essa possibilidade aos participantes (cafés: Balaio, Rayuela, Bom Demais e Savana). Os poetas e músicos também vão poder lançar e vender seus livros, cds e dvds poéticos nas noites de suas apresentações.

 

A Organização da Bienal Internacional solicita aos artistas que leiam apenas poemas autorais e não de escritores famosos.

 

Poetas, seresteiros, namorados, programem-se!

 

POEMAÇÃO MOSAICO SCRN 714/15

Com poetas diplomatas/estrangeiros residentes no DF

2/09 – 21h

 

POEMAÇÃO PRAÇA DA CULTURA Conjunto Cultural da República

Com poetas nacionais e estrangeiros

 3, 4, 5 e 6/09 – 17h

 

POEMAÇÃO BOM DEMAIS CCBB

4 e 5/09 – de 19h a 21h  

6 e 7/09 – de 15h a 20h

 

POEMAÇÃO BARCA BRASÍLIA Lago Paranoá

Com poetas estrangeiros e músicos convidados

Partida e chegadaCais do Bay Park

4, 5, 6 e 7/09 – de16h30 às 19h

 

POEMAÇÃO CAFÉ MARTINICA

Com poetas jornalistas convidados

4, 5 6/09/2008 – 21h30

 

POEMAÇÃO CAFÉ BALAIO 202 Norte

4, 5 e 6/9 – a partir de 20h

 

POEMAÇÃO RAYUELA BISTRÔ 413 Sul

4 e 6/09 – 21h30

 

POEMAÇÃO T-BONE 312 Norte

Com poetas nacionais convidados

4/09 – 20h

 

POEMAÇÃO BDB 506/7 Sul

Com poetas da Associação Nacional de Escritores e convidados

4/09 – 20h

 

POEMAÇÃO SESC ESTAÇÃO 504 SUL

Com poetas da Tribo das Artes e convidados

3 e 4/9 – de 19h a 22h

 

POEMAÇÂO ACLAP MURALHA

Teatro SESC Newton Rossi – Ceilândia

5/09 – 20h

 

POEMAÇÃO SESC GUARÁ – Esp. Múltiplas Funções

Com o Grupo Margaridas

6/09 – 10h

 

POEMAÇÃO BIBLIOTECA PÚBLICA CEILÂNDIA

QNN 13 – Módulo B – Área Especial

4/09 – 17h

 

POEMAÇÃO BIBL. PÚBL. GUARÁ

Área Especial do CAVE – Casa da Cultura

4/09 – 20h

 

POEMAÇÃO BIBL. PÚBL. NÚCLEO BANDEIRANTE

Praça Padre Roque 3ª Av.

5/09 – 17h

 

POEMAÇÃO BIPIMENTA NO CAFÉ SAVANA 116 Norte

5/09 – 22h

 

POEMAÇÃO DO SINDICATO DOS ESCRITORES DO DF

27ª Feira do Livro de BrasíliaAuditório Pátio Brasil Shopping  

6/09 – de 15h a 17h

 

POEMAÇÃO CAFÉ COM LETRAS 203 Sul

7/09 – 20h

 

POEMAÇÃO CORDEL E RAP

27ª Feira do Livro de BrasíliaAuditório Pátio Brasil Shopping  

7/09 – 19h30

 

 

Read Full Post »

Older Posts »